sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Chegada

Estava eu a pensar
sobre desilusão
e por um momento
fechei meu coração

Tanto sofrimento
tanto tormento
quase não reparei
chegar a paixão

Mas sorrateira
ela veio até mim
não trapaceira
alegria sem fim

Agora interrogo
este lindo jardim
de lindas camélias
devo me permitir

A dúvida revolta
só por existir
não a quero por perto
não a quero sentir

O medo de outrora passou
deixe estar
coração está pronto
deixe a vida levar

Nenhum comentário: