domingo, 5 de agosto de 2007

Hécate

Hécate, Ártemis, Selene
Tamanha contradição
Deusa lunar perene
Luz e escuridão

Honra e sabedoria
Para o caminho indicar
São atributos dessa Guia
Livre para andar

Entre céu, terra e inferno
E cada fase lunar
Respeitada onde passe
Sabe a sombra controlar

Conhece o obscuro
Para assim o dominar
Tendo consciência do todo
Pode então analisar

De forma alguma impassível
Paradoxos relativos
Intensa e sensível
Faz pensar e repensar

Através de minhas escolhas
Posso a ela me igualar
Olhando-me sem censura
A escuridão encontrar

Auto-conhecimento
Através do pensamento
Autonomia, discernimento
Não encerrado o tormento

As atitudes tomadas
Os caminhos a escolher
Refletirão diretamente
Em meu repleto viver

Se não souber a direção
Esperar sem apreensão
Aceitar a verdade em questão
Os encantos de Hécate me levarão

Nenhum comentário: