domingo, 12 de outubro de 2008

Curso de Som Perestroika - Sábado I

Ontem, com aquele tempinho mixuruca, aquele céu cinzento, aquela chuvinha, uma ressaca dos diabos acabando comigo, saí de casa para ir a Porto Alegre na primeira aula do meu tão esperado curso de som.
O professor desse dia era o coordenador do curso, Eduardo Santos, locutor da rádio Ipanema, entre outros títulos. Com formação em publicidade, mais do que normal que tendesse para este lado, ainda mais tendo alunos publicitários que incentivavam e contribuíam para que a publicidade se sobrepusesse.
Entretanto, nosso primeiro dia não abrangeu somente este aspecto. Como já era de se esperar, primeiro dia é primeiro dia e não dispensa apresentações. Depois o Edu Santos falou sobre som, rádio, AM, FM, IBOPE, direitos autorais. O livro A Cauda Longa, de Chris Anderson, foi a grande pedida, recomendado pra quem quer entender este universo músico-econômico, se é que posso chamar assim (é que ainda não li o livro!).
A presença do jornalista Marcelo Ferla foi uma grande contribuição para a aula. É muito bom ouvir esses caras falando de sua experiência no mundo musical. Eles sabem pra caramba! Dá gosto de ver (ouvir)!
Bem, eu, contrariando a normalidade, falei pouco. Sabe como é, primeiro dia, primeiro contato, é momento de reconhecer o terreno, escutar muito e falar pouco, observar. Prefiro assim. E também com a dor de cabeça que eu tava! Ô ressaca braba!
Mas, a chave de ouro, a surpresa inesperada, foi a presença de Kátia Suman! Que bate-papo legal. Regado a um bom vinho. Acredite, eu bebi! Uma medida insignificante, até porque se eu bebesse mais teria que ir direto para o HPS! Por um momento esqueci da ressaca e peguei o vinho quando o Edu alcançou; ao dar o primeiro gole, lembrei da danada e resolvi deixar o copo de lado, depois de terminar com o conteúdo que estava nele, é claro!
Voltando à Kátia, gostei dela, além da profissional, a pessoa! Gostei do jeito dela dizer as coisas, desbocada e não vulgar, interessante e não pedante! Quando ela expressou seu amor às Letras, me apaixonei. Quando falou sobre sua insatisfação com o sistema, caí de quatro! Juro! Não foi atração sexual! Foi intelectual! Adorei saber um pouco da vida dessa mulher que passei a conhecer e admirar.
Agora estou na expectativa da próxima aula, espero que seja ainda melhor do que esta. Em um aspecto tenho certeza que será: não estarei de ressaca! Assim planejo pelo menos!

Nenhum comentário: