Curso de Som Perestroika - Sábados IX e X

A fim de antecipar o término do curso, tivemos um intensivo (duas aulas em um único sábado). Por isso, tb faço o registro das duas aulas em um único texto.

Eu, pra variar, cheguei atrasada. Não estava adaptada a ter aula sábado de manhã; assim posso me dar um desconto. Nesta primeira parte do dia, tivemos de produzir dois jingles, um de cada equipe (a turma foi dividida em duas), para o Opinião. O brief era Volte vivo do verão para ir no Opinião. A partir daí, tivemos de criar a letra, a melodia, gravar... Devido a isso, nossa aula foi na LoopReclame: vivenciamos todo o processo. Descobri a importância do brief e reafirmei a necessidade de se expor o que pensa mesmo que vá de encontro à maioria (isso pode evitar um equívoco). Como nunca havia entrado em um estúdio para gravar e muito menos participado da produção de um jingle, curti muito a experiência.

Passado o momento de descontração (almoço, bate-papo), tivemos a última aula. Esta foi com o Piá, da Rádio Ipanema. Primeiro ele contou um pouco da sua história, o percurso que fez para chegar até seu atual momento. Dividiu conosco alguns de seus gostos musicais e falou sobre alguns de seus ídolos da música Black. Ele havia levado grande parte de seu equipamento de mixagem e demonstrou várias técnicas. Inclusive pudemos realizar algumas pessoalmente.

Neste sábado, conversamos sobre um possível módulo dois do curso. Talvez ele aconteça no próximo ano. Não sei se participarei. Mas, posso afirmar que aprendi bastante com o curso de som da Perestroika. Não só o que expus aqui, mas também o que se fez intrínseco: aprendizados reais através de situações banais.

Comentários

Postagens mais visitadas